Conferência da historiadora Claudia Damasceno Fonseca

A Dra. Claudia Damasceno Fonseca é Professora em História na Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales (EHESS), em Paris, França.
Esteve de passagem em Santarém em agosto de 2019 para participar de uma expedição brasileira e canadense nos rios Tapajós e Arapiuns.
Aproveitou essa primeira viagem na Amazônia para conhecer o CDHBA e dar uma conferência intitulada: “Sesmarias da Câmara” nas cidades e vilas coloniais: institucionalizações, legitimações e ressurgências.

Everything Has Become Southern: The Confederado Colony in Santarém, Brazil

Dissertação de Mestrado de Sara Philippe, historiadora da Wesleyan University , sobre os Confederados de Santarém, foi defendida e publicada online.

A estudante norte americana realizou parte da pesquisa do trabalho com os documentos do TJPA guardados no CDHBA.

Resumo:
Following the end of the United States Civil War, thousands of former members of the Confederate States of America chose to immigrate to Brazil. These ex-Confederates organized themselves under leaders who scouted out locations and negotiated land grants with the Brazilian government. One colony leader was Lansford Warren Hastings, who led about two hundred people to the city of Santarém in the northern province of Pará. I argue that Hastings’ colony resulted from US racist and imperial ideas that targeted the Amazon in the nineteenth century. I also contend that the colonists attempted to preserve in Brazil a white identity inextricably connected to the right to own slaves, which had been central to their lives in the antebellum US South. Immigration to Brazil constituted a re-affirmation of a notion of citizenship that was dependent on slavery and superseded national identity.

Orientadora: Valeria López Fadul

Baixar a dissertação aqui.

Embaixada de Luxemburgo apoia projeto de digitalização de documentos históricos na Ufopa

Matéria publicada no site da UFOPA
acessivel aqui.

A Embaixada do Grão-Ducado de Luxemburgo, país de pouco mais de 500 mil habitantes na Europa Ocidental, patrocina o projeto de digitalização de documentos históricos do Centro de Documentação Histórica do Baixo Amazonas (CDHBA). A iniciativa se deu a partir de visita do embaixador daquele país, Carlo Krieger, e de sua comitiva, ao Centro de Documentação, em setembro deste ano, durante visita da Delegação da União Europeia ao Brasil.

Ao tomar conhecimento do projeto da Ufopa, o embaixador voluntariamente se ofereceu para incentivar à iniciativa. “O patrocínio de Luxemburgo se liga, em certa medida, ao vínculo histórico do Grão-Ducado com a cidade de Santarém, já que o padre João Felipe Bettendorff, fundador da missão jesuíta que veio a originar a cidade, é natural do que hoje constitui Luxemburgo”, disse o coordenador do Centro de Documentação, professor Gefferson Ramos.

Continuar a lerEmbaixada de Luxemburgo apoia projeto de digitalização de documentos históricos na Ufopa

Embaixada de Luxemburgo apoia o CDHBA

A Embaixada do Grão-Ducado de Luxemburgo, país de pouco mais de 500 mil habitantes na Europa Ocidental, patrocina o projeto de digitalização de documentos históricos do Centro de Documentação Histórica do Baixo Amazonas (CDHBA). A iniciativa se deu a partir de visita do embaixador daquele país, Carlo Krieger, e de sua comitiva, ao Centro de Documentação, em setembro 2018, durante visita da Delegação da União Europeia ao Brasil.

Carlo Krieger, embaixador do Grão-Ducado de Luxemburgo, consulta no CDHBA um processo trabalhista da borracha em Fordlândia, em companhia das professoras Isabel Augusto e Emilie Stoll (setembro de 2018).

Continuar a lerEmbaixada de Luxemburgo apoia o CDHBA

Cineasta francês produz vídeo institucional do Centro de Documentação Histórica da Ufopa

Matéria publicada no site da UFOPA
disponivel aqui

O cineasta francês Ludovic Fossard está produzindo um vídeo institucional de apresentação do Centro de Documentação Histórica do Baixo Amazonas, que é ligado ao Programa de Ciências Humanas e ao curso de História da Ufopa.

Fossard trabalha com a produção de documentários, reportagens e transmissões de televisão na França, com experiência em trabalhos que apresentam de forma comprometida as realidades de um mundo em mudança. O produtor chegou a Santarém por intermédio da antropóloga Émilie Stoll, pesquisadora do Centro Nacional Francês de Pesquisa Científica (CNRS), que é colaboradora do Centro de Documentação da Ufopa. O vídeo está sendo produzido com enfoque na ação das pessoas envolvidas, professores e acadêmicos que trabalham nas pesquisas e nos processos de armazenamento dos documentos.

Continuar a lerCineasta francês produz vídeo institucional do Centro de Documentação Histórica da Ufopa

Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search