Arquivo da Categoria: CDHBA na mídia

Mais de 450 caixas de acervo histórico são disponibilizadas para pesquisas acadêmicas

Matéria do jornal G1 Santarém (TV Tapajos) sobre a chegada dos documentos do TJPA das comarcas do Baixo Amazonas no CDHBA, publicada no 06/10/2020.

Baixar a matéria aqui

Documentos são oriundos das comarcas de municípios da região oeste paraense. Processos antigos foram repassados ao Centro de Documentação Histórica do Baixo Amazonas, da Ufopa.

Os processos judiciais dos séculos XVIII, XIX e XX, que tramitaram nas Comarcas de Alenquer, Monte Alegre, Óbidos, Juruti, Oriximiná e Santarém, no oeste do Pará, e tratam, entre outros assuntos, de litígios envolvendo viúvas de portugueses mortos durante os conflitos da Cabanagem, serão digitalizados e disponibilizados à pesquisa acadêmica.

Inicialmente, o Convênio de Cooperação nº 035, só abrangia a Comarca de Santarém e processos datados até o ano de 1970. Após um termo aditivo, assinado em 2019, passou a incluir ações datadas até o ano de 1988 e o envio de processos de outras Comarcas da região do Baixo Amazonas.

Continuar a lerMais de 450 caixas de acervo histórico são disponibilizadas para pesquisas acadêmicas

O CDHBA vai para etapa final do 33 Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade do IPHAN

As atividades do CDHBA e outras iniciativas voltadas para a preservação do Patrimônio Histórico do Estado são tema no Jornal Diário do Pará, de Belém, no 14 de agosto de 2020.

Os trabalhos foram selecionados na etapa estadual do 33 Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade do Instituto do Patrimônio Histórico e Artísitico Nacional (IPHAN) e agora vão para a etapa final.

Projeto do CDHBA com cartório de Santarém prevê digitalização de documentos dos séculos XIX e XX

Matéria publicada no site da UFOPA
disponivel online aqui.

Matéria publicada na Twitter aqui.

O Centro de Documentação Histórica do Baixo Amazonas (CDHBA) da Ufopa firmou, em julho de 2019, um termo de cooperação com o Cartório do Terceiro Ofício Souza Alho, de Santarém, para digitalização de documentos dos séculos XIX e XX. O convênio foi formalizado através da Fundação de Integração Amazônica (Fiam), vinculada à Universidade. Previsto para vigorar por dezoito meses, o projeto iniciará suas atividades no próximo mês de setembro. Serão digitalizados cerca de 250 mil documentos, como certidões de nascimento e óbito e procurações.

“Será construída uma grande base de dados relativa a nascimentos, óbitos e casamentos na cidade de Santarém, permitindo que se estudem com muita precisão temas relacionados à migração, doenças, padrões matrimoniais, entre outros assuntos, de um período que se estende do final do século XIX até meados do século XX”, explica o professor da Ufopa, Gefferson Ramos Rodrigues, que coordena o projeto e também coordena o CDHBA.

Além da importância para conservação da memória de Santarém, o projeto inclui a aquisição de equipamentos como escâners e computadores, que, posteriormente, serão incorporados ao patrimônio da Universidade. Além do professor, oito bolsistas do curso de História atuarão nas atividades. O investimento total será de R$ 85 mil.

Profa. Elaine Oliveira (Ibef), diretora-técnica da Fiam, e reitor da Ufopa, Prof. Hugo Diniz, assinam o convênio firmado com o Cartório do Terceiro Ofício. Atrás, na foto, Valdeir da Costa, juiz do Fórum de Santarém, e João Alho, tabelião do Cartório.

Embaixada de Luxemburgo apoia projeto de digitalização de documentos históricos na Ufopa

Matéria publicada no site da UFOPA
acessivel aqui.

A Embaixada do Grão-Ducado de Luxemburgo, país de pouco mais de 500 mil habitantes na Europa Ocidental, patrocina o projeto de digitalização de documentos históricos do Centro de Documentação Histórica do Baixo Amazonas (CDHBA). A iniciativa se deu a partir de visita do embaixador daquele país, Carlo Krieger, e de sua comitiva, ao Centro de Documentação, em setembro deste ano, durante visita da Delegação da União Europeia ao Brasil.

Ao tomar conhecimento do projeto da Ufopa, o embaixador voluntariamente se ofereceu para incentivar à iniciativa. “O patrocínio de Luxemburgo se liga, em certa medida, ao vínculo histórico do Grão-Ducado com a cidade de Santarém, já que o padre João Felipe Bettendorff, fundador da missão jesuíta que veio a originar a cidade, é natural do que hoje constitui Luxemburgo”, disse o coordenador do Centro de Documentação, professor Gefferson Ramos.

Continuar a lerEmbaixada de Luxemburgo apoia projeto de digitalização de documentos históricos na Ufopa

Cineasta francês produz vídeo institucional do Centro de Documentação Histórica da Ufopa

Matéria publicada no site da UFOPA
disponivel aqui

O cineasta francês Ludovic Fossard está produzindo um vídeo institucional de apresentação do Centro de Documentação Histórica do Baixo Amazonas, que é ligado ao Programa de Ciências Humanas e ao curso de História da Ufopa.

Fossard trabalha com a produção de documentários, reportagens e transmissões de televisão na França, com experiência em trabalhos que apresentam de forma comprometida as realidades de um mundo em mudança. O produtor chegou a Santarém por intermédio da antropóloga Émilie Stoll, pesquisadora do Centro Nacional Francês de Pesquisa Científica (CNRS), que é colaboradora do Centro de Documentação da Ufopa. O vídeo está sendo produzido com enfoque na ação das pessoas envolvidas, professores e acadêmicos que trabalham nas pesquisas e nos processos de armazenamento dos documentos.

Continuar a lerCineasta francês produz vídeo institucional do Centro de Documentação Histórica da Ufopa