resumos aprovados na IX JORNADA ACADÊMICA DA UFOPA

1.
CORPOS VIOLADOS: possibilidades de pesquisa a partir dos casos sobre defloramento em Óbidos – PA (1901-1932)

Autor Principal: Willemes André Lopes Batista (ICED)
Coautora 1: Jady Emanuely Amorim Ferreira (ICED)
Coautora 2: Nicolle Evans Sousa Nunes (ICED)
Orientador: Luiz Carlos Laurindo Junior (ICED)

Résumo: O presente trabalho se dá a partir da experiência realizada no projeto Modern Endangered Archives Program (MEAP), financiado pela Biblioteca da Universidade da Califórnia em Los Angeles (EUA) e vinculado ao Centro de Documentação Histórica do Baixo Amazonas (CDHBA). A partir do contato com a documentação produzida no âmbito do Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJ-PA), na Comarca de Óbidos, durante o século XX, notou-se a riqueza desse acervo para a realização de pesquisas acadêmicas em diferentes áreas de conhecimento. Entre os tipos de documentos identificados, destacam-se os processos-crimes de defloramentos, definidos, segundo o Código Penal da República dos Estados Unidos do Brasil de 1890, em seu art. 267, como o ato de “Deflorar mulher de menor idade, empregando sedução, engano ou fraude”.
O objetivo deste trabalho, então, é elencar as inúmeras possibilidades de pesquisa verificadas a partir da observação dos casos de defloramento ocorridos no período de 1901 à 1932. Analisando as evidências desses crimes, materializadas nas diferentes partes dos autos criminais, sobressaem os saberes científicos da medicina legal, os padrões de comportamento moralmente aceitos, os chamados bons costumes, aspectos do patriarcado (a exemplo do que atualmente se conhece como a cultura do estupro), as relações de poder entre homens e mulheres, entre outros temas. Nota-se, sobretudo, a possibilidade de abordagens envolvendo a história das mulheres, o contexto jurídico e a relação de dominação nos papéis de gênero. Enfim, mais do que dar respostas, a intenção deste trabalho é problematizar e apontar caminhos e possibilidades de pesquisa a partir de uma documentação riquíssima e ainda inexplorada pelos pesquisadores da região

2.
“Amazônia: la mitica belle époque parigiana”: a presença de famílias italianas em Óbidos na primeira metade do século XX


Autor Principal: Silvio Lucas Alves da Silva (ICED)
Coautora 1: Vitória Kimberly de Sousa (ICS)
Coautor 2: Heitor Yago de Andrade Vasconcelos (ICS)
Orientador: Gefferson Ramos Rodrigues (ICED)

Introdução: Este trabalho tem como objetivo analisar o poder econômico, cultural e religioso que imigrantes italianos exerciam na cidade de Óbidos durante a belle époque. Na historiografia da década de 1980, tinha-se em mente que o “ideal de modernidade” construído pela República, e intensificado pelas políticas de Getúlio Vargas em 1940, havia causado uma onda de imigração europeia que se instalou nas regiões sul e sudeste; mas, de lá pra cá, muitas pesquisas começaram a apresentar uma nova percepção sobre esse fluxo imigratório: a de que a Amazônia também foi palco ativo de tais empreendimentos econômicos e culturais. Objetivos: Assim, queremos observar, a partir de inventários descritos nos processos de arrolamento, disponíveis no Centro de Documentação Histórico do Baixo Amazonas (CDHBA), a influência da família italiana “Mileo & Calderaro” na cidade de Óbidos, cuja presença mantinha uma ativa participação no comércio de madeira, de cacau, de gado, de arroz e de algodão. Procedimentos metodológicos: A partir da noção de “cultura material”, que é entendido aqui como uma intermediação ideológica entre o objeto-documento com o contexto sob a qual a fonte está inserida, observamos a partilha de bens de Rafael Mileo, dentro de três perspectivas: 1) quem eram seus herdeiros?; 2) quais objetos ou artigos, empresas e terras seriam distribuídos? e; 3) A dinâmica destes objetos nos diferentes circuitos na cidade de Óbidos e da região do Oeste do Pará. Resultados e Discussão: Com bases nos inventários, vimos que a família “Mileo & Calderaro” possuía diversos imóveis em Óbidos, Santarém, Oriximiná e na cidade italiana de Potenza, cujas construções estavam, geralmente, nas regiões de várzea, onde aconteciam a extração das principais commodities do Baixo Amazonas – sobretudo quando se trata do cultivo do cacau. Dentre os inventários, uma surpresa apareceu no testamento de Rafael Mileo: dos inúmeros terrenos catalogados na partilha de bens, a primeira igreja protestante de Óbidos foi distribuída entre os herdeiros. Nesse sentido, a família “Mileo & Calderaro” possuíam uma grande influência econômica e religiosa na cidade de Óbidos; isto porque, nos tantos investimentos que aconteceram ao longo da belle époque da Amazônia, os italianos não viveram o sufoco que parte dos imigrantes nordestinos passaram nas lavouras de cacau; ao contrário, assim como os norteamericanos, a família “Mileo & Calderaro” gerenciou inúmeras fazendas de cultivo. Além disso, mesmo que a família estivesse em grande parte do Baixo Amazonas, por conta da sua chegada em 1888, os traslados mostram que parte dos lucros de produção estavam voltadas para a Itália, revelando uma dinâmica global no controle das fazendas de cacau, de arroz, de algodão e de gado entre a Amazônia com a Europa. Considerações finais: Portanto, os inventários presentes no CDHBA, nos ajudaram a entender, em uma breve investigação, a passagem de imigrantes europeus na região do Baixo Amazonas, graças à presença da família “Mileo & Calderaro” em Óbidos. Por fim, destacamos que, sem o trabalho de recuperação dos documentos da Comarca de Óbidos pelo CDHBA, mais um valioso material seria perdido nos empoeirados gabinetes esquecidos dos fóruns, dos cartórios e dos tribunais. É somente por isso que conseguimos analisar sobre a presença de famílias italianas na região.

3.
O papel do banco de dados no tratamento de documentos históricos: o caso do Centro de documentação histórica do Baixo Amazonas

Autor Principal: Erick Felipe Pereira Marques (IEG)
Orientador: Luiz Carlos Laurindo Junior (ICED)

O escritor Christopher J. Date, em seu livro denominado “Introdução ao Sistema de Banco de Dados”, apresenta a ideia de que os banco de dados são sistemas persistentes, ou seja, que as informações, quando inseridas e aceitas no Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados (SGBD), só poderão ser removidas posteriormente por uma solicitação ao próprio SGBD. Deste modo, um bom banco de dados é importante para a preservação de informações que precisam de maior segurança, como, por exemplo, dados pessoais e objetos de pesquisa. Este trabalho tem como objetivo elencar pontos cruciais para a escolha de um software de armazenamento de bancos de dados no âmbito da preservação e conservação de documentos históricos dentro do Centro de Documentação Histórica do Baixo Amazonas (CDHBA). A ideia é apresentar questões e fomentar a reflexão acerca da criação de um software próprio, que possa quiçá servir de padrão para instituições que também realizem atividades de preservação de documentações de importância histórica. A digitalização e armazenamento de dados de documentos dos séculos passados importância é de grande relevância histórica e científica, já que além de colaborar com a pesquisa sobre a História de determinado lugar, também pode contribuir para a facilitação do acesso aos materiais resultantes de pesquisa. Este processo de armazenamento pode ser considerado “trabalhoso” para quem o executa e também para quem utiliza estes materiais para pesquisa, o que faz com que sejam utilizados programas que não dispõe de ferramentas capazes de centraliz as informações e facilitar a procura de determinados documentos somente por palavras-chave, como acontece no CDHBA. Em vista disso, o presente trabalho propõe informações que devem ser levadas em consideração para a construção de bancos de dados para acervos como o do CDHBA, que guarda documentos do Poder Judiciário, da Câmara Municipal de Santarém, de cartórios, entre outros. Para que o trabalho de digitalização, preservação, conservação e armazenamento de dados de documentações históricas possa ser ágil aconteça da melhor forma, é importante atentar-se  à construção de bancos de dados que permitam agilidade em seu manuseio e evitem a monotonia e o desgaste do trabalho, especialmente dentro do CDHBA. A contribuição do presente trabalho, portanto, caminha nesse sentido.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.