Antropólogo inglês David Cleary doa acervo ao CDHBA

Na última semana, alguns dos principais portais de notícia de Santarém divulgaram que o Antropólogo inglês David Cleary buscava uma instituição na cidade para doar o seu acervo. Após proposta apresentada pelo Centro de Documentação Histórica do Baixo Amazonas (CDHBA), da UFOPA, o pesquisador decidiu doar o seu precioso acervo para a instituição.

O Antropólogo David Cleary em seu gabinete de trabalho

O material foi reunido ao longo de três décadas de pesquisa. Vivendo atualmente em Londres, Cleary passou parte de sua vida nos Estados Unidos, onde foi professor da Universidade de Harvard, e, nos últimos anos, como Antropólogo da Organização não governamental The Nature Conservancy (TNC). Mesmo depois de se desligar da Universidade, o pesquisador não deixou de investigar, consultar e coletar materiais de estudo sobre a Amazônia.

O acervo consta de livros em inglês, espanhol e português e reproduções de documentos, relatórios de autoridades e obras raras datadas dos séculos XIX e XX, material compulsado em arquivos e bibliotecas do Brasil e do exterior. A temática predominante é o meio ambiente na Amazônia, especialmente no Baixo Amazonas, mas os afortunados poderão contar ainda com material relativo a Cabanagem, por exemplo.

Sobre este tema, a propósito, David publicou em edição bílingue um livro com documentos inéditos sobre a revolta existentes na Inglaterra (CLEARY, David (Org). Cabanagem: documentos ingleses. Tradução: Christine Morre Serrão. Belém: SECULT/IOE, 2002). Sobre este mesmo assunto, também é de indispensável consulta o artigo de sua autoria: “Lost Altogether to the Civilised World”: Race and the Cabanagem in Northern Brazil, 1750 to 1850. Comparative Studies in Society and History. Cambridge University Press, Vol. 40, No. 1 (Jan., 1998), pp. 109-135.

Formado em Antropologia pela Universidade de Oxford na Inglaterra, o primeiro estudo de Cleary foi sobre sobe os garimpos de ouro na Amazônia, trabalho publicado originalmente em inglês “Anatomy of a Gold Rush”, Macmillan, 1990, e logo traduzido para o português: “A Garimpagem de Ouro no Brasil: uma abordagem antropológica”, UFRJ, 1990.

David viveu em Santarém na década de 1990, lugar de onde guarda as melhores recordações e, sem dúvida, isso pesou na decisão de realizar gesto tão generoso.

O acervo ficará sob os cuidados do CDHBA que irá fazer a catalogação e disponibilizar para consulta. O Centro de Documentação é ligado ao Curso de História da UFOPA e funciona nas dependências do Instituto de Ciências da Educação (ICED), localizado a Avenida Marechal Rondon, s/n, sala 17. Para a doação do acervo ainda será assinado um Termo de Doação entre as partes envolvidas, instrumento legal onde irá constar as diretrizes para o uso do material.

A previsão é a de que o acervo chegue à Universidade em janeiro de 2021 e, partir daí, será elaborado um cronograma de atividades para que o material chegue ao seu principal público interessado: a sociedade. Para celebrar esse momento, ainda está prevista uma visita de David Cleary à cidade, tão logo seja possível dado o contexto da pandemia. Ao receber os cumprimentos por dar um retorno à cidade que foi tema de suas investigações por tantos anos, David não teve dúvida em afirmar: “eu recebi mais do que doei a essa cidade.”


One thought on “Antropólogo inglês David Cleary doa acervo ao CDHBA”

  1. Parabéns pelo maravilhoso gesto Sr.David Cleary. A AMAZÔNIA, agradece pelo carinho e consideração ! O Jorge Terena, hoje uma estrelinha no céu, está orgulhoso pela sua atitude.
    Abraço forte de Mara Kambeba e Yanine

Responder a Mara kambeba Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.